quando-fazer-hiit

Quando fazer HIIT? Treino Intervalado de Alta Intensidade

Você sabe quando fazer HIIT? Resposta: Em qualquer hora ou lugar, basta ter pelo menos 10 minutos disponíveis no relógio.

quando-fazer-hiit

Quando fazer HIIT? Muitas pessoas se perguntam sobre os motivos para os treinos intervalados de alta intensidade serem uma verdadeira febre mundial. Por onde se olha nas redes sociais existem programas especialistas neste tipo de treinamento, assim como depoimentos de pessoas reais que atestam a qualidade de cada programação.

O primeiro pensamento das pessoas ocupadas ao saberem da novidade em matéria de boa saúde e emagrecimento é: Quando fazer HIIT se eu não tenho tempo para pensar por 15 minutos?

No mundo globalizado uma das grandes causas da obesidade mundial está na falta de tempo. As pessoas trabalham ao excesso e se esquecem de que cuidar da saúde é tão importante como entregar um trabalho dentro do tempo pré-estabelecido.

Foi pensando neste tipo de demanda que surgiu das salas de aula de educação física o famoso HIIT, um treino que pode ser feito em qualquer lugar e que não dura mais do que 15 minutos ao dia, literalmente.

Alguns treinos duram apenas 3 minutos e mesmo assim geram resultados favoráveis na queima de gordura, que é o caso do Q48 ou Dama Fitness.

Quando fazer HIIT para emagrecer?

Enfim, quando fazer HIIT? Sobrou um tempo antes da hora do almoço? Que tal uma parada de 10 minutos no trabalho para trabalhar o corpo e ganhar ainda mais energia para trabalhar? As crianças acabaram de dormir e podem acordar em qualquer momento?

Não importa a hora, o dia ou os momentos, quando sobra um tempo você pode praticar as atividades HIIT e preparar o metabolismo para queimar calorias até quando o corpo está descansando.

A grande parte dos programas HIIT é praticável assim que sobra um tempo, em quase todos os lugares do mundo. E o melhor de tudo, você não precisa gastar tempo ou dinheiro com mensalidades nas academias, nem pequenas fortunas nos aparelhos fitness.

Você pode usar o peso do próprio corpo para usufruir deste que já considerado por muitos especialistas como o grande treinamento do século XXI, afinal, não é preciso nem ao menos fazer dietas rigorosas para colher os benefícios da barriga tanquinho.

Graças a este incrível treinamento acabam as desculpas da falta de tempo, afinal, qualquer hora é perfeita para botar o corpo para trabalhar com foco na queima de calorias.

Veja como tonificar abdômen rápido com 5 exercícios HIIT eficazes!

dieta vegana

Dieta vegana: Como deve ser?

Como deve ser a dieta vegana? O que eu devo incluir no prato vegano? Conheça as vantagens e desvantagens do veganismo à saúde humana.

Na dieta vegana os veganos não consomem quaisquer produtos de origem animal. A alimentação no veganismo inclui determinados tipos de frutas e vegetais.

Muitas pessoas adotam o veganismo como uma forma de vida, dispensando roupas ou outros produtos compostos por partes de animais.

Dieta vegana

Dieta vegana

Defensores da dieta vegana dizem que ao seguir o veganismo de forma correta é possível reduzir o risco de desenvolver câncer e doenças cardíacas.

Tal como acontece com grande parte das dietas feitas com acompanhamento de nutricionistas profissionais, com planejamento cuidadoso é possível viver de forma saudável ao ser um vegano.

A dieta vegana

Na dieta vegana há bastante consumo de alimentos verdes – tais como espinafre, couve, repolho e brócolis – para garantir a quantidade suficiente de ferro. Do contrário aumentam os riscos de desenvolver anemia decorrente da queda de produção das células vermelhas no sangue.

Veganos consomem grãos e cereais enriquecidos de vitamina B12 – essencial para um sistema nervoso saudável – normalmente presente em carnes, peixes e outros produtos de origem animal dispensáveis na dieta vegana. Feijão, trigo e sementes também são boas opções de B12, assim como frutas secas e castanhas.

O cálcio não está apenas no leite de vaca. A substância que mantém os ossos e dentes saudáveis pode ser encontrada em bebidas fortificadas, tofu, sementes e frutas secas.

Em alguns locais, como no Reino Unido, por exemplo, a lei exige que o pão branco e marrom tenha cálcio. Esta é uma medida que se relaciona de modo direto ao aumento de britânicos vegetarianos na casa dos 350% nos últimos 10 anos.

Cuidado ao consumir soja muito fresca, porque embora impulsione proteínas, também contém ácido fítico, prejudicial à absorção de minerais.

Sinal vermelho na dieta vegana

Dieta vegana traz benefícios à saúde dos seres-humanos quando aplicada de forma correta. Mas, praticantes inexperientes ou que seguem veganismo por moda e emagrecimento às vezes desenvolvem deficiência em nutrientes: cálcio, ferro e vitamina B12.

Também existem relatos de que veganos inexperientes têm problemas quanto à queda dos cabelos porque na dieta vegana descuidada há carência de substâncias como ferro e queratina.

Fonte: Independent.co.uk